A importância de seguir um Lama


Se nós observarmos as histórias de vida dos grandes mestres do passado, nós poderemos ver como foi que eles receberam e ensinaram o Dharma. Poderemos ver como eles seguiram um lama e então manifestaram realização verdadeira e foram capazes de trazer benefício ilimitado aos outros. Destas histórias podemos entender os benefícios de servir a um lama.


Por exemplo, podemos considerar Djowo Dje Atisha[1] que foi um dos maiores mestres do período de quinhentos anos no qual ele viveu. Ele é alguém que é reconhecido universalmente como um grande mestre por todos na Índia e Tibete. Ele teve muitos seguidores subsequentes que mantiveram sua tradição. Entre todos os caminhos que eruditos e praticantes seguiram um lama, o caminho dele foi distinto. Disto nós podemos ver o poder e benefícios de servir a um lama.


O primeiro mestre de Atisha foi Lorde Serlingpa[2]. Quando quer que Atisha tivesse que dizer o nome de Serlingpa, ele era incapaz de mesmo murmurar seu nome. Quando outros diziam o nome de Serlingpa, Atisha imediatamente ficava de pé e começava a fazer prostrações. Ele dizia que Lorde Serlingpa tinha afeição e compaixão como nenhuma outra pessoa. Quando ele pensava nisto, ele começava a derramar lágrimas por muito tempo. Disto nós podemos ver a afeição real e saudade que ele sentia em relação a seu mestre Serlingpa. Às vezes os alunos dele lhe perguntavam e diziam, “o senhor serviu a muitos diferentes lamas, mas por que tem uma devoção tão forte por Lorde Serlingpa?”. Atisha respondia dizendo, “Eu mesmo não tenho qualidades, mas tenho um pouco de bom coração. Isto é inteiramente devido a Lorde Serlingpa.”

[1] Djowo Dje Palden Atisha (982-1051), também conhecido como Dipankara Shri Jnana, foi um detentor estrito do vinaya que ensinou no Monastério Vikramashila na Índia e compôs muitos textos mahayana importantes tais como o "Lamp for the Path to Enlightenment". Ele passou os últimos dez anos de sua vida no Tibete ensinando e traduzindo.


[2] Lorde Serlingpa era também conhecido como Sumatrin Dharmakirti porque ele viveu na ilha de Sumatra, hoje Indonésia. As datas são incertas, mas diz-se que Atisha estudou com ele por doze anos em Sumatra antes de retornar à Índia e então viajar ao Tibete.


-- Este texto foi extraído de um ensinamento oral do 17º Gyalwang Karmapa, Ogyen Trinle Dorje no Trono Vajra [Bodhgaya], em janeiro de 2014. Traduzido por David Karma Choephel e editado por Lama Zopa Tarchin.

Endereço

Rua Visconde de Caravelas, 115

Humaitá - 22271-041

Rio de Janeiro - RJ

Contato
Siga-nos
  • Facebook Social Icon
  • Instagram Social Icon
  • YouTube Social  Icon

Afiliado à:

Karma Triyana Dharmachakra (KTD)
North American Seat of His Holiness the 17th Gyalwang Karmapa

Ogyen Trinley Dorje

Que todos possam se beneficiar!

© 2007 - 2020 KTT Brasil. Todos os direitos reservados.